jogador do Botafogo é acusado de atropelar casal e fugir sem prestar socorro

Um jogador do Botafogo Futebol Clube, é o principal suspeito de ter atropelado um casa, na noite desta quinta-feira (30), no Recreio, bairro do Rio de Janeiro.

De acordo com as informações repassadas pelo portal de notícias online, ‘G1’, Os professores Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima atravessavam a Avenida Sernambetiba, na altura do número 17.170, quando foram atropelados por um carro que estaria em alta velocidade.

O motorista fugiu do local sem prestar socorro e abandonou o carro modelo Mini Cooper, que foi abandonado algumas avenidas à frente.

Alexandre Silva de Lima, morreu no local devido aos graves ferimentos, Maria Cristina José Soares, foi socorrida gravemente ferida e precisou de passar por uma cirurgia de emergência no Hospital Lourenço Jorge, que fica localizado na Barra da Tijuca.

O lateral-direito do Botafogo, Márcio Almeida de Oliveira, mais conhecido como Marcinho, é acusado de ter cometido o atropelamento.

O delegado Allan Luxardo, titular da 42ª DP (Recreio), revelou ao ‘G1’, que o jogador ainda não foi localizado, mas que o veículo foi apreendido para que seja periciado.

O Botafogo também não se pronunciou sobre o caso. Não há informações sobre o velório e enterro do professor. O Hospital Lourenço Jorge não repassou informações sobre o estado de saúde de Maria Cristina.

Fonte :

Comentários

0 comentários