Jornalista é condenada a 4 anos de prisão na China por cobrir a pandemia

O tribunal da China acusou a jornalista de ter divulgado informações falsas pela internet.

 

 

Uma jornalista cidadã que cobriu a crise do coronavírus em Wuhan, província da China no epicentro da pandemia, foi condenada, nesta segunda-feira (28), a quatro anos de prisão.

 

Os jornalistas e diplomatas estrangeiros que compareceram ao tribunal de Xangai para acompanhar o julgamento de Zhang Zhan, de 37 anos, foram impedidos de entrar na sala de audiências.

 

A jornalista viajou em fevereiro a Wuhan e divulgou reportagens nas redes sociais, a maioria delas sobre a caótica situação nos hospitais.

 

Zhang foi detida em maio e acusa de “provocar distúrbios”, uma terminologia frequentemente utilizada contra os opositores do regime comunista de Xi Jinping.

 

O tribunal acusou a jornalista de ter divulgado informações falsas pela internet.

 

Outros três jornalistas cidadãos, Chen Qiushi, Fang Bin e Li Zehua, também foram detidos após a cobertura dos eventos.

Fonte :

Comentários

0 comentários