PF investiga relatos de venda de vacinas falsas por camelôs no Rio

Rumores sobre vendas de imunizantes viralizaram em grupos de WhatsApp e nas redes sociais.

 

 

Relatos de vendas de vacinas contra o coronavírus por camelôs no Rio de Janeiro viraram caso de polícia.

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que está investigando os rumores, assim como a Polícia Federal (PF).

 

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Anvisa informou:

 

“Nesse momento não é possível compartilhar informações relativas às investigações em curso.”

 

E acrescentou:

 

“O que podemos afirmar é que qualquer comercialização ou aplicação de vacina de covid-19, fora de pesquisa, hoje no Brasil é atividade irregular e oriunda de falsificação, pois não há vacinas autorizadas no Brasil ainda.”

Fonte :

Comentários

0 comentários