Lava Jato queria prender ministros do STF, afirma hacker

O hacker Walter Delgatti Neto, conhecido como “Vermelho”, um dos invasores de Araraquara/SP, que tomou notoriedade pública após ter divulgado conversas privadas do ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro com procuradores do Ministério Púbico Federal (MPF), afirmou que ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estavam na mira da Operação Lava Jato.

A declaração ocorreu durante uma entrevista ao jornalista Caio Junqueira, da CNN Brasil.

 

Em determinado trecho da reportagem, o repórter questiona se o hacker acha que a força-tarefa queria prender integrantes da Suprema Corte.

“Eu não acho, eles queriam. Inclusive Gilmar Mendes e Dias Toffoli”, respondeu

Walter Delgatti Neto foi solto após ser encarcerado na Operação Spoofing, da Polícia Federal (PF). Ele foi acusado de estelionato, furto qualificado, apropriação indébita e tráfico de drogas.

 

O hacker admitiu ter cometido todos os crimes e disse ter invadido quase 200 telefones de autoridades da República.

 

Além disso, “Vermelho” também confessou que vazou informações privadas para a imprensa.

 

O hacker também revelou que teve acesso a conversas de celebridades, como as do jogador de futebol Neymar Júnior.

No depoimento à emissora, ele apontou a cronologia das invasões. Apresentado por Evaristo Costa, o ‘CNN Séries Originais’ divulgou a entrevista neste último domingo (20).

 

 

 

 

Fonte :

Comentários

0 comentários