Justiça de São Paulo toma decisão sobre prisão de Suzane von Richthofen e revolta a web

O Natal e réveillon estão próximos, e muitos esperam o feriadão para poder passar momentos ao lado das pessoas que amam. Os detentos que estão em regime semiaberto também estão à espera desta data para a “saidinha” de natal e ano-novo.

Entre muitos detentos está a jovem Suzane von Richthofen, condenada por matar os seus pais no ano de 2002. Suzane foi autorizada a participar da “saidinha” em Tremembé, São Paulo, na manhã desta terça-feira (22) e deve estar de volta na prisão até o dia 5 de janeiro.

Devido à pandemia, está é a primeira vez que o estado de São Paulo, permite que os seus detentos sejam liberados para a “saidinha”, o que não faz sentido já que presos estão insolados e não passam o vírus.

Além de Suzane Von Richthofen, estão Anna Carolina Jatobá que está cumprindo pena após matar a sua enteada, Isabella Nardone, Anna Carolina Jatobá, foram presas depois de matarem os seus maridos e Marcos Matsunaga, que irão deixar a Penitenciária Santa Maria Pelletier, ainda nesta terça-feira.

Nesta última semana o Ministro Público do estado de São Paulo, tentou proibir a saída dos prisioneiros durante o natal e ano-novo. Ele conta que é um risco para os prisioneiros e para os funcionários devido à pandemia do coronavírus. Além de se um risco para a sociedade.

Porém, a proibição não foi aceita pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, que devido à pandemia já havia proibido outras saídas durante o percorrer do ano.

 

Fonte :

Comentários

0 comentários