CoronaVac: Butantan adia novamente divulgação de eficácia da vacina

O índice de precisão da Coronavac foi prorrogado mais uma vez.

Os dados em questão, que já tinha tinham sido postergados, seriam expostos nesta quarta-feira (23). Contudo, o governo do estado de São Paulo disse que por causa de uma solicitação do laboratório Sinovac, a divulgação teve de ser adiada, uma vez que a empresa deseja unificar os dados de outras localidades onde a vacina foi testada com as informações obtidas no estudo brasileiro.

 

A previsão é que as informações sejam apresentadas em 15 dias.

Ainda de acordo com o Palácio dos Bandeirantes, a vacina tem eficácia superior a 50% e terá a solicitação de registro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mesmo diante de tantos atrasos e diversos questionamentos sobre a eficácia, o governo de São Paulo continua comprando milhões de doses.

 

Apesar disso, a data prevista para o início da imunização em massa continua sendo 25 de janeiro.

 

Doria, que tendo abraçado o slogan ‘A Vacina do Brasil’, segue na empreitada de tentar distanciar a ligação do país asiático no desenvolvimento da substância. Porém, conforme vem frisando o Conexão Política, a medicação é elaborada pela farmacêutica chinesa Sinovac Life Science em parceria com o Instituto Butantan. Portanto, a substância é primariamente chinesa.

A previsão do governo de SP é que 10,8 milhões de doses estejam em território brasileiro até 31 de dezembro.

 

 

Fonte :

Comentários

0 comentários