China é acusada de espionar os EUA usando redes telefônicas

Na última terça-feira (15/12), segundo uma denúncia feita por Gary Miller, ex-executivo de segurança de rede móvel baseado no Estado de Washington, a China usou redes de telefonia móvel no Caribe para vigiar norte-americanos.

Miller, que passou anos analisando relatórios de inteligência de ameaças móveis e observações de tráfego de sinalização entre operadoras móveis estrangeiras e norte-americanas, disse que em alguns casos a China parece ter usado redes no Caribe para realizar sua vigilância.

Segundo Miller, a medida faz parte de uma ampla campanha de espionagem do Partido Comunista Chinês (PCCh) contra os norte-americanos.

O especialista alega que a China, usando uma operadora de telefonia móvel controlada pelo estado, está explorando vulnerabilidades através de mensagens de sinalização na rede global de telecomunicações. Dessa forma, a China consegue rastrear e interceptar comunicações telefônicas de pessoas nos EUA.

Mensagens de sinalização são comandos enviados por operadoras de telecomunicações em toda a rede global, sem o conhecimento de um usuário de telefone celular. Eles permitem que as operadoras localizem telefones celulares, conectem usuários de telefones celulares uns aos outros e avaliem as tarifas de ‘roaming’, entretanto algumas mensagens de sinalização podem ser usadas para fins ilegítimos, como rastreamento, monitoramento ou interceptação de comunicações.

As operadoras de telefonia móvel dos EUA podem bloquear com sucesso muitas dessas tentativas, mas Miller acredita que os EUA não foram longe o suficiente para proteger os usuários de telefones móveis.

Fonte :

Comentários

0 comentários