Pai espanca filha de 9 anos por ela dizer que gosta de amiga

Pai espanca filha de 9 anos por ela dizer que gosta .

Homem espancou filha ao descobrir que ela gostava de uma amiga  .

Um homem de 50 anos espancou e humilhou a filha, de 9, após descobrir que a menina gostava de uma amiga. O caso revoltante de agressão motivada por homofobia aconteceu ontem (7), na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O responsável por denunciar o crime é o irmão da vítima, Igor do Valle Pedra, que levou o caso à polícia – que se recusou a registrar ocorrência – e ao Conselho Tutelar. O vídeo do momento dos ataques viralizou nas redes e já possui mais de 1 milhão de visualizações, gerando repúdio ao pai da menina.

 

As imagens perturbadoras mostram o pai da criança com um cinto na mão, gritando com a filha enquanto ela está encurralada na parede. Igor tenta filmar mais o momento, mas é ameaçado pelo pai: “Se você filmar é pior”. O jovem implora ao pai: “Por favor, não bate nela”. Ainda com o cinto na mão, o pai se direciona à filha: “Vou dar mais duas!”. A menina chora e pede para que ele pare. A mãe aparece, manda Igor parar de filmar e fecha a porta.

 

São 27 segundos de vídeo mas, ao BHAZ, Igor conta que sua vida é recheada de agressões protagonizadas pelo pai. O jovem fotógrafo, que é gay, conta que a orientação sexual sempre foi um problema para o agressor. “Ele sempre me bateu. Não só eu, como a minha mãe e meu outro irmão. Ele sempre foi muito agressivo, homofóbico, explosivo. Eu não poderia permitir que ele fizesse com a minha irmã o que fez comigo a vida toda”.

 

Igor nunca teve coragem de denunciar os abusos do pai, só chegou a esse ponto após a agressão sofrida pela irmã. “Ele colocou minha irmã contra a parede, começou a gritar com ela e bater muito. Ela só conseguia chorar desesperada. Ele disse que tudo era culpa minha, que isso era um ‘efeito dominó’. Eu filmei uma parte porque precisava de provas. Nunca procurei ajuda por sofrer ameaças dele. Ele falava sempre que ia me matar, que ia fazer acontecer”, continua.

Fonte :
Bhz.com

Comentários

0 comentários