Vídeo: Sargento agride comandante com soco no rosto dentro de supermercado

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD) e o Comando-Geral da Polícia Militar do Ceará  vão instaurar, simultaneamente, procedimentos para apurar as agressões física e verbal sofridas por um oficial da Corporação.

O fato ocorreu dentro de um supermercado na cidade de Aracati, no Litoral Leste do Estado (a 149Km de Fortaleza). Câmeras do local filmaram o momento em que o comandante da PM daquela cidade é agredido com um soco no rosto por um homem que seria também policial militar.

O tenente-coronel PM Adrianízio Paulo de Oliveira Alves, que recentemente assumiu o comando do Policiamento Ostensivo Geral (POG) de Aracati foi atacado e espancado pelo sargento  PM João Batista Barbosa Júnior. Trata-se de um militar com extenso histórico de atos de indisciplina. Assista:

Ele havia saído do Presídio Militar – onde cumpria prisão disciplinar – há apenas três dias. Ontem, entrou em um supermercado para comprar bebidas e não usava  máscaras. Ao ser advertido sobre a exigência do uso da máscara, passou a xingar  os funcionários e ameaçou agredi-los, se recusando a deixar o local. A Polícia foi chamada.

Quando a primeira patrulha chegou ao local foi também desacatada. Nem mesmo a presença de PMs superiores no local impediu que  o policial, identificado como João Batista Barbosa Júnior (sargento Barbosa) continuasse as ameaças. O comandante então foi chamado.  Ao dar voz de prisão ao desordeiro, o oficial recebeu um soco no rosto. Nesse momento, os militares detiveram o colega de farda, que estava à paisana e, aparentemente, bêbado.

Xingamentos

Já dominado, Barbosa passou a desferir insultos e palavrões contra o comandante. Por ser um homem de grande porte físico, teve que ser algemado e arrastado para fora do supermercado. Ainda assim, desafiou o oficial a atirar contra  ele. “Atira em mim, cachorro!!”, bradou.

Várias pessoas que estavam no supermercado filmaram com seus celulares as cenas de indisciplina e violência do PM.

Fonte :

Comentários

0 comentários