Robinho sugeriu amigo voltar ao Brasil após acusação de estupro: “Pelo menos tu não fica em cana”

Novos trechos de conversas telefônicas do jogador Robinho, gravadas com autorização judicial, foram revelados nesta sexta-feira pelo UOL Esporte. Na última quinta-feira, a Corte de Apelação de Milão confirmou a condenação do jogador Robinho e de seu amigo Ricardo Falco pelo crime de violência sexual de grupo contra uma mulher albanesa, em 2013.

O tribunal, a segunda instância da Justiça italiana, também referendou a pena de nove anos de prisão. Em um dos trechos divulgados, Robinho aconselha Ricardo Falco a voltar ao Brasil para evitar a prisão.
— Cara, você quer um conselho? Não vai nem lá, voltar pro Brasil, pelo menos tu não fica em cana (risos) — falou o atacante. A transcrição foi anexada ao processo em 18 de novembro.
— Se os caras mandarem eu ir lá depor vai ser foda, vou falar o que pra minha nega? Vou lá depor pra quê? Oito cara rangaram a mina… Ó que fase que eu tô… — disse Robinho, em outro trecho.

Em outubro, o ge teve acesso a uma outra transcrição na qual Robinho e amigos admitiam que a vítima estava “completamente bêbada”.
Veja abaixo a transcrição da conversa obtida pelo UOL Esporte (os nomes dos amigos de Robinho que não estão sendo processados na Itália foram omitidos):
Amigo 1: Neguinho, por exemplo, se a mina não teve (filho), não pega nada, mas se ela teve filho aí é DNA, né?
Robinho: Então, e agora mano? Vai entender se a menina teve filho. Ninguém sabe se ela teve, se ela não teve, a polícia não vai falar.
Amigo 1: Então, por exemplo, se ela não teve filho é a palavra dela contra a da gente, não tem como ela acusar, agora se ela teve filho é puxado hein.
Robinho: É, então, mas eu não sei se a menina teve ou não teve… o cara que o Jairo (músico que tocava na boate na noite do crime) contratou falou: “ó, a única coisa boa é que os caras tá lá no Brasil e na discoteca não tinha câmera, porque se pegasse a câmera os caras iam pegar eles até no Brasil, como não tinha câmera vai ficar meio embaçado pra mina provar que estupraram ela se ela não estiver grávida.
O atacante, em determinado momento da conversa, demonstra medo de a história vazar na imprensa:
Robinho: Eu tô com medo se os caras me chamarem para depor, eu não sei, tomara Deus que, o meu medo é esse, o meu medo é sair na imprensa. “Amigos de Robinho estupraram menina lá na Europa”, meu medo é esse.
Amigo 1: Nossa.
Robinho: Ó a falha, ó a falha, foda mano, tô com a cabeça um trevo aqui mano.
Amigo 1: Agora até a minha ficou. Se sair no Globo.com cai todo mundo por tabela.

Em outubro, Robinho assinou um contrato com o Santos para ganhar R$ 10 por mês até o fim deste ano e depois ter reajuste em 2021, num acordo válido por dois anos. A diretoria do Peixe suspendeu o acordo antes do julgamento em segunda instância e vai o manter assim à espera de novo julgamento.
O que diz a defesa de Robinho

A defesa de Robinho se manifestou na quinta-feira à tarde sobre a condenação em segunda instância a nove anos de prisão por violência sexual contra uma mulher albanesa, em 2013, na Itália.
Em nota divulgada à imprensa, os advogados do jogador afirmam que entrarão com um novo recurso, agora na Corte de Cassação, tribunal no sistema judiciário do país equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil.
Apesar de a condenação a nove anos de prisão ter sido mantida no julgamento desta quinta-feira, na Corte de Apelação, em Milão, a defesa reforça que o jogador é inocente.

Fonte :

Comentários

0 comentários