Queda de energia em Balneário Camboriú não teve nada a ver com roda-gigante, afirma a Celesc

 

A live da banda Jota Quest marcou o início das operações da roda- gigante, em Balneário Camboriú. Durante a apresentação, que durou duas horas, houve um estouro no transformador do Pontal Norte, em frente à roda, que causou a falta de energia na região e na praia dos Amores. A vizinhança alega que a queda foi causada pela roda-gigante, mas a Celesc afirma que o problema foi outro.

Um vídeo feito por um morador do Pontal Norte mostra a queda de energia, seguida do estouro e a faíscas nos fios de alta tensão em frente do novo equipamento turístico de Balneário. O estouro aconteceu na primeira meia hora da transmissão da banda mineira.

Pedro Molleri, gerente Regional da Celesc, afirma que a queda de luz não teve nada haver com a live ou com a roda- gigante. Ele também recebeu um vídeo que mostra o estouro e, segundo ele, o próprio vídeo comprova que o problema foi na rede da Celesc.

” Às 20h26 nosso alimentador, que atende aquela região, atuou. Após a atuação nosso pessoal foi percorrer a rede para procurar o defeito e não encontrou nada. Esse tipo de problema acontece quando algum material ou vegetação toca na nossa rede e provoca um curto circuito”, explica Pedro.

Às 21h11 ligamos o alimentador e voltou o abastecimento de luz. “O motivo da queda é desconhecido, podendo ser um objeto ou até a vegetação. Ficaram sem energia 5200 consumidores por 45 minutos. Importante pontuar que a causa não foi provocada pela roda- gigante”, explicou.

Pedro ainda destacou que o sistema de proteção e geração de energia da roda-gigante funcionou muito bem. “O que demonstra segurança para quem for lá pra se divertir. Eles não têm culpa nenhuma pela falta de energia”, finalizou o chefão da Celesc.

Comentários

0 comentários