POLÍCIA FEDERAL INVESTIGA BENEFICIADOS DO AUXILIO EMERGENCIAL NO ESPÍRITO SANTO, CONFIRA

Uma Operação da Polícia Federal foi realizada também no Espírito Santo, com o objetivo de ir atrás de quem recebeu a ajuda sem ter direito.

Para combater fraudes no pagamento do auxilio emergencial, criado pelo Governo Federal para ajudar famílias de baixa renda durante a pandemia do coronavírus, a Polícia Federal de flagrou ontem ontem a operação “Segunda Parcela”. Essa foi considerada a maior até agora para combater esse tipo de crime no País.

De acordo com a Polícia Federal, a operação impediu o saque indevido de R$ 2,3 bilhões. O Ministério da Cidadania é responsável por apurar e repassar informações para ação dos demais órgãos no combate aos crimes relacionamentos aos pagamentos do auxílio, que já teve um investimento de mais de R$ 270 Bilhões do governo em todo o Brasil.

A Operação Segunda Parcela foi realizada em 14 estados e buscou combater a fraude no pagamento indevido do auxilio emergencial.  O Espírito Santo foi um dos estados que recebeu os policiais. Em Vila Velha, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e duas ordens de bloqueio de bens.

Comentários

0 comentários