Vídeo: Anão roxo de ciúme da namorada, decide bater nela, mas acaba levando uma surra, Veja

Podia ser o simples quebra-pau de mais um casal “seM-vergonha” dos muitos que vivem se estranhando e se arrebentando na “porrada” pelas esquinas da vida, depois de vários copos de cachaça virados na boca e descendo goela abaixo.

No entanto, um combate de “UFC do povão” igual a esse que os leitores vão assistir agora, entre tantos outros que já foram exibidos pela Editoria de Polícia do “PORTAL DO ZACARIAS”, sem sombra de dúvidas, é o mais eletrizante e engraçado de tudo o que já se viu aqui. Assista:

Em um “octógono” de asfalto e sarjeta, você vai ver um anão que se tiver 1 metro e 20 centímetros é muito, para mostrar que tamanho não é documento, partiu para o “toma lá dá cá” com uma mulher, que, segundo o pessoal da fofoca de plantão, é namorada do pequeno homem.

Em um “octógono” de asfalto e sarjeta, você vai ver um anão que se tiver 1 metro e 20 centímetros é muito, para mostrar que tamanho não é documento, partiu para o “toma lá dá cá” com uma mulher, que, segundo o pessoal da fofoca de plantão, é namorada do pequeno homem.

Em primeiro lugar, teve, sim, muita pinga para anuviar a mente do casal “Pequeno Polegar” e “Fiona”, como são conhecidos no bairro Jorge Teixeira, o “Jorge Texas”, Zona Leste, onde o show de “chapoletadas” aconteceu na tarde do último domingo.

A raiva do anão teria subido pra cabeça junto com a cachaça que ele tomou quando viu que sua gata estava trocando olhares interesseiros com um outro homem, dentro de um bar de perto do terminal de ônibus.

Por conta do ciúme e achando que não tinha tamanho nem beleza suficiente para competir ou disputar “Fiona” com ninguém, o anão pulou de cima da cadeira mais alta que ele e depois de cair de joelhos, levantou e gritou que era hora de irem embora.

Pequeno Polegar” chegou a pegar a namorada pela mão, de cara fechada, peito tufado e arrastou “Fiona” para o lado de fora, mas ao invés dela obedecer à vontade do anão, ela tacou foi a tapa no cabeçudinho, que não deixou por menos e passou a revidar a agressão.

O vídeo que mostra o anão apanhando da mulher, sim, mas covarde e fujão jamais, porque as imagens não mentem e mostram que quando mais tapa ele levava, mais o “ruelo” ia para cima de sua amada e só não acertava muito golpes nela porque seu braço curto não ajudou em nada.

Comentários

0 comentários