CBF e Covid podem tirar Palmeiras da briga pelo título brasileiro

O lanterna Goiás só havia vencido duas partidas antes de enfrentar o Palmeiras. Em condições normais seriam mais três pontos garantidos para o alviverde, que vinha de uma sequência de quatro vitórias seguidas no Brasileiro.

 

 

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM: Villani lamenta Brasileirão desfigurado na pandemia: ‘Já estou arrebentado”

Se houvesse o mínimo de bom senso, a bola não deveria nem ter rolado em Goiânia. Só que pelo regulamento da CBF basta ter 13 jogadores saudáveis para que o jogo ocorra. Além disso, o Palmeiras brigou para que a partida contra o Flamengo fosse realizada em setembro, quando o clube carioca teve 16 jogadores infectados.

O Palmeiras errou em forçar a realização daquele jogo e a CBF continua errando. Para cumprir o calendário insano em época de pandemia, os cartolas ignoram a saúde dos jogadores e prejudicam os times com casos de coronavírus.

O Verdão foi a última vítima da CBF. A derrota para o lanterna Goiás deixou o time a 5 pontos do líder Flamengo. Além disso, o São Paulo pode abrir 11 pontos de vantagem para o Palmeiras, se vencer os jogos atrasados.

 

Longe do Brasileirão, o Verdão segue vivo na Copa do Brasil e na Libertadores. Mas como disse o técnico Abel Ferreira não dá pra fazer mágica com tantos jogadores afastados e sem tempo pra treinar.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários