Crefisa diz que ajuda pagar salário de Hulk e jogador deve chegar em 2021

Crefisa diz que ajuda pagar salário de Hulk e jogador deve chegar em 2021

no Palmeiras

Hulk não vai renovar com os chineses.
THIAGO GOMES
sexta-feira, novembro 20, 2020

Facebook

Twitter

Depois de quatro anos defendendo o Shanghai SIPG, o atacante Hulk, aos 34 anos, estará livre no mercado em um mês. O Palmeiras, como não poderia ser diferente, é um dos cotados para o futuro do jogador.

De acordo com matéria do site Goal e confirmado pelo PALMEIRAS ONLINE, a Crefisa, patrocinadora do Alviverde, se ofereceu para pagar parte dos salários caso Hulk aceite a proposta. Além do clube paulista, Inter Miami (EUA) e Zenit (Rússia) sondaram a possibilidade de negócio.

+ Gabriel Menino está liberado e enfrentará o Goiás

O Porto, de Portugal, também aparece como potencial concorrente. O problema são os salários. A diretoria portuguesa está disposta a pagar R$ 13 milhões por temporada (2 milhões de euros). No Palmeiras, Hulk teria acréscimo financeiro por conta da patrocinadora, que estuda também inserir bônus progressivo em caso de conquistas.

Sonho de jogar no Palmeiras
Hulk tem o sonho de jogar no Palmeiras, seu clube de coração. João Paulo Sampaio, coordenador das categorias de base do Verdão, tem relacionamento pessoal com o atacante desde os tempos de Vitória, na Bahia. Foi Sampaio que convidou Hulk para assistir ao confronto entre Palmeiras x Ferroviária, no Allianz Parque, em fevereiro.

Em julho, quando ainda não tinha certeza se deixaria a China, Hulk falou sobre a possibilidade de jogar no Palestra Itália e agradeceu ao carinho do torcedor.

“Recebo muitas mensagens mesmo de torcedores, principalmente do Palmeiras, e não é de agora. Faz muitos anos. Até aproveito para agradecer o carinho e o respeito de todos os torcedores que têm esse sonho de me ver vestindo a camisa do Palmeiras. Tenho um carinho especial pelo Palmeiras, mas não posso dizer que, em janeiro, estarei no Palmeiras ou não. Não quero iludir ninguém. Sou muito profissional, jogaria em qualquer clube. Se eu for para o Brasil, sendo o Palmeiras ou qualquer time, vou me cuidar para dar o meu melhor. Dentro de campo, vou deixar tudo lá e dar a minha vida para ajudar o time, independentemente de qual for. Faço isso por paixão mesmo. Mas não sei se volto ao Brasil em janeiro. Tenho recebido muitas propostas, estudado e conversado com Deus para tomar a melhor decisão,” revelou na época.

Os filhos do jogador moram em São Paulo, tornando-se outro atrativo emocional para defender as cores palestrinas.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários