Ciclo de 2018, que elegeu Bolsonaro, só deve se repetir em 30 ou 40 anos, afirma Maia

Ciclo de 2018, que elegeu Bolsonaro, só deve se repetir em 30 ou 40 anos, afirma Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta terça-feira (17) que o processo eleitoral de 2020 recoloca a política em um ‘ambiente de diálogo’.

A declaração ocorreu durante um com transmissão ao vivo realizado pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP).

Para Maia, o pleito municipal trouxe um cenário bastante diferente de tudo o que tivemos em 2018, ano que Jair Bolsonaro e onda conservadora invadiu as urnas.

“O resultado da eleição recoloca a política no ambiente do diálogo. Aqueles que dialogaram e conversaram com a sociedade tiveram um resultado positivo na eleição. É claro que a eleição municipal não tem essa influência toda na eleição nacional, mas você poderia ter tido o ambiente de uma continuação de uma certa onda, que pelo menos para essa eleição não foi mantida. Foi quebrada, e acho que será outra eleição em 2022. Acho que o ciclo de 2018 só vamos ter daqui a 30 ou 40 anos de novo, em um outro ciclo político”, afirmou.

Ainda segundo ele, as plataformas digitais foram usadas com mais cautela após ‘redução da força’ ou pelo menos ‘um limite à força’ das redes sociais

“Tivemos também o impacto da redução da força ou pelo menos um limite à força das redes sociais. Em 2018, (as redes) foram usadas de forma muito heterodoxa, com muitas agressões e fake news, que continuaram no ano passado. Mas acho que a própria ação do Supremo Tribunal Federal, naquele inquérito gerado pelo Toffolli e relatado pelo ministro Alexandre (de Moraes), gerou limites. A própria discussão da legislação, aprovada pelo Senado e que a Câmara discute e deve aprovar até o final do ano, isso certamente gerou, claro, uma utilização (responsável) cada vez maior das redes sociais”, acrescentou o presidente da Câmara.

 

Comentários

0 comentários