Bolsonaro vai divulgar países que compram madeira ilegal do Brasil

Bolsonaro vai divulgar países que compram madeira ilegal do Brasil

PF desenvolveu método para permitir a localização da origem de madeira apreendida, diz Bolsonaro.
Deflagrada em 2017, a operação “Arquimedes”, da Polícia Federal (PF), resultou na apreensão de 120 containers com 2.400 m³ de madeira extraída ilegalmente.

O material seria vendido para empresas importadoras na Alemanha, Bélgica, Dinamarca, França, Itália, Holanda, Portugal e Reino Unido.

Sem citar a operação ou o nome dos países, o chefe do Executivo se queixou de “ataques injustificáveis” à política ambiental do governo.

Durante a cúpula virtual dos Brics — grupo de países formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, nesta terça-feira (17), Bolsonaro declarou:

“A nossa Polícia Federal desenvolveu um método para permitir a localização da origem de madeira apreendida. Não apenas apreendida, mas o mais importante: a exportada também.”
E acrescentou:

“Estaremos revelando nos próximos dias países que têm importado madeira extraída de forma ilegal da Amazônia. Estaremos mostrando que esses países, alguns deles que muito nos criticam, em parte têm responsabilidade nessa questão.”
Bolsonaro completou:

“Alguns desses países são os mais severos críticos ao meu governo no tocante a essa região amazônica. […] Creio que depois dessa manifestação que interessa a todos, porque não dizer no mundo, essa prática diminuirá e muito nessa região.”

Comentários

0 comentários