Juntos somos mais fortes, destaca Abel após vitória do Palmeiras

Juntos somos mais fortes, destaca Abel após vitória do Palmeiras

O Palmeiras venceu o Fluminense por 2 a 0, neste sábado (14), no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, e chegou à sua oitava vitória consecutiva na temporada – com o resultado positivo, o Verdão chegou aos 34 pontos conquistados no Nacional. O técnico Abel Ferreira não poupou elogios ao time palestrino.

 

 

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Como você avalia o desempenho do Palmeiras na vitória diante do Fluminense?

“Não ganharemos sempre, é bom que as pessoas tenham noção disso, mas faremos de tudo para ganhar. Para o Palmeiras, todas as competições são importantes. Os jogadores estão comprometidos com o nosso trabalho. Temos de continuar com a mesma disciplina e o mesmo trabalho de equipe, sempre com o talento deles e de forma consistente”, afirmou o treinador, que exaltou Zé Rafael.

“Ele será em breve um dos capitães da equipe pela qualidade como jogador e como homem. Ele treinou somente hoje (sábado) de manhã, fez um esforço para jogar porque estávamos com déficit nesta posição. E esses valores que me marcam como treinador e marcam a equipe. Falei para ele me falar quando não aguentasse mais, e foi o que ele fez. Foi uma atitude de campeão. Nós, da equipe, agradecemos este esforço dele. Se observar, ele passou o jogo mancando. Foi um guerreiro dentro de campo”, disse.

Abel também citou Raphael Veiga, autor dos dois gols do Palmeiras diante do Flu. “O Veiga é um jogador com muita qualidade, robusto e que nos dá capacidade defensiva e ofensiva. O Raphael só tem de lembrar todos os dias o que o trouxe até este nível, agora é ser consistente. Ele tem de lembrar todos os dias o que foi feito para trazê-lo até este nível. O nosso desafio é manter esta consistência”, declarou, mostrando muito foco e determinação para manter a boa fase do clube.

“Sei que alguns jogadores gostam de ler os comentários nas redes sociais, mas digo a eles que os mesmos que elogiarão agora irão criticar depois. Temos de ser equilibrados. Temos a regra das 24 horas. Perdendo ou ganhando, temos 24 horas para chorar ou celebrar, depois seguimos o nosso trabalho. Eu não prometo nada, não prometo vitórias e nem títulos, apenas determinação e um coletivo muito forte. Acredito que juntos somos mais fortes”, comentou.

O técnico, por sua vez, destacou a boa relação com o elenco alviverde. “Fui muito bem recebido. Não sei como era antes, eu sei o que é agora. E, se alguém tem ajudado alguém, são eles que estão me ajudando. Eles ficam atentos e aprendem muito rápido o que a gente diz, a estratégia do jogo. Eles são treinadores dentro de campo, isso agrada muito. O que nós estamos tentando fazer é tornar o jogo mais coletivo, que os jogadores pensem a mesma coisa ao mesmo tempo. O nosso desafio é ter essa consistência na equipe, com todos defendendo e todos atacando”, explicou o treinador, que é bastante exigente com os seus comandados.

 

“A única coisa que eu exijo deles é o melhor de cada um. Eu não posso exigir a vitória porque não sei se ganharemos ou não, do outro lado tem um adversário com qualidade. Digo que o maior adversário que temos está dentro de nós. A única coisa que peço é que eles tenham a melhor versão deles em cada jogo”, concluiu.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários