Governo muda a página da corrupção no Brasil, diz Mendonça

Governo muda a página da corrupção no Brasil, diz Mendonça

É preciso reconhecer que este governo é uma mudança de página na história de corrupção”, diz Mendonça.
O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou, nesta quinta-feira (15), que a gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro, dá tranquilidade para se trabalhar no combate à corrupção.

Durante participação na transmissão semanal de Bolsonaro no Facebook, Mendonça foi enfático:

“Nunca se teve tanta tranquilidade para trabalhar da forma correta como nós estamos fazendo hoje. Temos liberdade para atuação, as áreas técnicas são respeitadas, sempre se procura fazer o correto.”
O ministro acrescentou:

“Toda estrutura montada, desde a escolha dos ministros, a formatação de decretos, de portarias internas, de órgãos internos, elas são feitas para que não haja corrupção.”
E completou:

“Então, podem criticar, podem querer vincular, mas é preciso reconhecer que este governo é uma mudança de página na história de corrupção do nosso país.”

Fonte :
É preciso reconhecer que este governo é uma mudança de página na história de corrupção”, diz Mendonça. O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou, nesta quinta-feira (15), que a gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro, dá tranquilidade para se trabalhar no combate à corrupção. Durante participação na transmissão semanal de Bolsonaro no Facebook, Mendonça foi enfático: “Nunca se teve tanta tranquilidade para trabalhar da forma correta como nós estamos fazendo hoje. Temos liberdade para atuação, as áreas técnicas são respeitadas, sempre se procura fazer o correto.” O ministro acrescentou: “Toda estrutura montada, desde a escolha dos ministros, a formatação de decretos, de portarias internas, de órgãos internos, elas são feitas para que não haja corrupção.” E completou: “Então, podem criticar, podem querer vincular, mas é preciso reconhecer que este governo é uma mudança de página na história de corrupção do nosso país.”

Comentários

0 comentários