Ministro da Saúde de Macron é alvo de operação policial

Ministro da Saúde de Macron é alvo de operação policial

Irregularidades durante a pandemia de coronavírus estão na mira da polícia francesa.
A polícia da França fez uma operação de busca e apreensão, nesta quinta-feira (15), na casa do ministro da Saúde, Olivier Véran, do governo do presidente Emmanuel Macron.A operação mira irregularidades durante a gestão da pandemia de coronavírus no país.

Outros nomes ligados a Macron também foram estão na mira da operação:

Jerome Salmon, diretor-geral da Saúde;
Édouard Philippe, ex-premiê da França;
Agnès Buzyn, ex-ministra da Saúde;
Sibeth Ndiaye, ex-porta-voz do governo.
Além das residências, os gabinetes de Véran e Salmon e a sede da Diretoria-Geral de Saúde também foram alvo da operação.

A ação foi determinada pelo Tribunal da Justiça da República, único órgão jurídico da França que tem a autorização legal para investigar autoridades públicas.

O órgão investiga nove denúncias aceitas – de mais de 80 apresentadas até junho – sobre a atuação do governo francês no início da pandemia, destaca a agência ANSA.

Comentários

0 comentários