Policial Militar é preso por estuprar e engravidar menina de 12 anos no Maranhão

Um policial militar da reserva foi preso por suspeita de estupro contra uma menina de 12 anos no município de Chapadinha, na região leste do Maranhão. A menina, que relatou os abusos à Polícia Civil, está grávida no quinto mês de gestação. A delegada que comanda as investigações, Ironeide Elvira, afirmou ao UOL que o caso chegou à polícia por meio da mãe da menina, após perceber a gravidez da filha.

Com informações do Conselho Tutelar e até do Ministério Público, a delegada conseguiu um mandado de prisão preventiva que foi cumprido na última quarta-feira (7), ainda em Chapadinha. O nome do policial preso não foi informado. Ele era conhecido da família, patrão do padrasto da menina, e tinha acesso à casa dela.

Lewandowski manda governo e PGR explicarem nova portaria sobre aborto
“Quando tomamos conhecimento, a menina já estava com um mês que tinha feito o exame [de gravidez]. Eu vi a criança e tive um impacto. Ela não queria falar, estava com muito medo. Mas acabou falando que foi forçada e ele [policial] a ameaçou. Ameaçou a ela e os irmãos dela, que são de uma família muito pobre e carente”, relatou a delegada Ironeide.

Nesse momento, a menina está com a família e sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar. A Polícia Civil segue investigando o caso e confirmou que o policial já respondeu por outros crimes, inclusive tendo mulheres como vítimas. Após ser preso, o suspeito prestou depoimento e negou todas as acusações. Ele foi encaminhado para um presídio militar, em São Luís.

Fonte :

Comentários

0 comentários