Situação financeira é obstáculo para Palmeiras atender pedido de Luxa

Situação financeira é obstáculo para Palmeiras atender pedido de Luxa

Após a derrota por 2 a 1 para o Botafogo, na última quarta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo declarou publicamente que o Palmeiras precisa de reforços. Mas, neste momento, o clube tem dificuldades para atender o desejo do treinador, sobretudo pela questão financeira.

 

 

PUBLICIDADE

A diretoria está de fato de olho no mercado em busca de nomes que possam reforçar o elenco. Porém, a necessidade de não comprometer a situação dos cofres do clube impede o avanço de diversas negociações.

Desde o início do ano, o Palmeiras adota de diminuição de gastos, o que mudou o investimento do clube. Passou a ser um time muito mais vendedor do que comprador e deu espaço aos garotos da base. Com a pandemia do coronavírus isso se agravou, já que estima-se que o clube vai deixar de ganhar cerca de R$ 200 milhões em 2020.

Além disso, os valores pedidos por jogadores avaliados como para resolver os problemas do elenco são considerados altíssimos e impraticáveis, principalmente de fora do país.

O Palmeiras tem avaliado o mercado sul-americano e também do México, mas tem encontrado justamente essa dificuldade também pela necessidade de colocar as contas em dia.

Um exemplo é a lateral direita, posição que o clube busca reforçar desde janeiro. Daniel Muñoz, do Atlético Nacional, da Colômbia, e Marcelo Herrera, do San Lorenzo, foram procurados. Por conta da situação financeira, o Palmeiras tentou várias formas de negociação, como comprar apenas parte dos direitos dos atletas por valores menores. Não obteve sucesso.

Quem também teve o nome especulado recentemente no Palmeiras foi o meia Nacho Fernandez, destaque do River Plate. Porém, diante da alta quantia que envolve o atleta, o clube nem sequer chegou a abrir conversas para tentar contratá-lo. O mesmo aconteceu com o meia Giuliano, que interessava e foi contratado pelo Istambul Basaksehir, da Turquia.

Diante desse cenário, a diretoria tenta manter os pés no chão, mas ainda buscando atender o desejo de Luxemburgo. Isso acontecerá caso consiga negócio por jogadores de alto nível, mas que se encaixem no cenário financeiro que o clube vive hoje. “Loucuras” por contratações estão descartadas.

 

O próximo jogo do Palmeiras será no sábado, às 19h, contra o São Paulo, pelo Brasileirão. O treinador não poderá contar com Matías Viña, com a seleção uruguaia, Gustavo Gómez, com a seleção paraguaia, e Gabriel Menino e Weverton, convocados para a seleção brasileira.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários