Falso empresário é preso após estuprar 7 mulheres em entrevista de emprego

Falso empresário é preso após estuprar 7 mulheres em entrevista de emprego

Um homem de 49 anos, que se passava por empresário, foi preso nesta quarta-feira (7) em Anápolis, em Goiânia, suspeito de estuprar pelo menos sete mulheres. Ele oferecia uma falsas vagas de emprego e abusava sexualmente das vítimas em um imóvel onde marcava as entrevistas com as candidatas.

Segundo o Universa, pelo menos nove vítimas foram enganadas, sendo que sete foram abusadas sexualmente, conforme informou a Polícia Militar. O caso foi denunciado na segunda-feira (5) após uma das vítimas travar luta corporal com o suspeito e fugir. 

“Uma das vítimas disse que chegou ao local e desconfiou que não era nada de emprego. O autor percebeu, pegou uma faca e disse para ela escolher entre a vida ou ficar com ele. Ela entrou em luta corporal e conseguiu fugir”, contou o sargento Patrick Gomes em entrevista ao Universa.

A PM descobriu que o suspeito se apresentava no Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Anápolis fingindo ser empresário com uso de um CNPJ de uma empresa já fechada. No local, ele conseguia o contato das vítimas cadastradas com a justificativa de que tinha uma vaga aberta na suposta empresa.

Os policiais descobriram que o homem entrou em contato com pelo menos 27 mulheres nesse período. Ainda não se sabe o número total de vítimas abusadas sexualmente.

Comentários

0 comentários