“Não reconheço mais Bolsonaro”, diz Sara Winter

“Não reconheço mais Bolsonaro”, diz Sara Winter

A ativista ligada aos atos Antidemocráticos Sara Giromini, conhecida como Sara Winter,  fez um desabafo nas redes sociais contra o governo do atual presidente ( Jair Bolsonaro ),
do qual chegou a fazer campanha. Presa sem domicílio há quase 4 meses por promover ações contra o STF, criticou orgãos do governo que não a apoiaram após sua prisão.

” Da parte do Ministério dos Direitos Humanos, nada foi feito sobre minha prisão. Nem da mãe da amiga Damares. Nada” se queixou em relação a a ex-chefe, ministra Damares Alves.Em publicações feitas no Facebook, as críticas de Sara Winter chegaram ao ponto de chamar Bolsonaro de “praga”.

“Sim, senhores, estão exonerando todos os que já tiveram contato comigo, a começar pelo Ministério da Damares. Estou cansada” disse. ” Afinal a praga do Bolsonaro não é a esquerda, é a loirinha
que causou tentando defende-lo”

Sara também criticou o ministro da Segurança Institucional, o general Augusto Heleno. “General Heleno me proibiu de gritar com a impresa, de manda-los embora, e de gritar
“globo lixo”.

A ativista voltou a fazer críticas ao ministro relator das fake news no STF. “Conseguiram tirar tudo de mim, acho que era isso que o Alexandre de Moraes queria”
Foi Moraes que ordenou a minha prisão domiciliar.

Ao mesmo tempo, Sara disse que não está contra o governo. “Não estou contra Bolsonaro. Não sou louca de estar contra ele” E completou dizendo: Eu sou a louca que quer entender os Bolsonaristas”

Fonte :

Comentários

0 comentários