Moro defende depoimento presencial de Bolsonaro.

Na última semana, Celso de Mello tirou do plenário virtual o julgamento que trata do caso.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, enviou, nesta segunda-feira (5), uma manifestação ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello.

Moro saiu em defesa do depoimento presencial do presidente da República, Jair Bolsonaro, no inquérito que foi aberto após denúncia feita pelo próprio ministro ao abandonar o governo.

O ex-juiz da operação “Lava Jato” afirmou que Bolsonaro teria interesse em interferir politicamente na Polícia Federal (PF).

Mais cedo, Celso de Mello liberou para o plenário a ação que decidirá se o presidente Bolsonaro prestará esclarecimentos de forma escrita ou presencialmente.

Na semana passada, Celso de Mello tirou do plenário virtual o julgamento que trata do caso, que havia sido incluído no colegiado por ordem do ministro Marco Aurélio Mello, como noticiou a RenovaMídia.

Fonte :

Comentários

0 comentários