Denúncia contra Carol Solberg é ‘arbitrária’, diz Rodrigo Maia

Durante participação em programa da Globo, Maia disse que a posição do STJD é “arbitrária”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), comentou sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de abrir denúncia contra Carol Solberg, atleta do vôlei de praia.

Em setembro, a atleta participou de um evento oficial e gritou “Fora, Bolsonaro”, ao vivo, no “SporTV”.

Durante participação no “Esporte Espetacular”, da Rede Globo, neste domingo (4), Maia pontuou:

“Sem dúvida nenhuma, a manifestação dela agrada a alguns e desagrada outros. Hoje até desagrada mais porque o presidente tem apoio. Mas, sem dúvida nenhuma a Constituição é muito clara. Essa liberdade de expressão, dentro do sistema democrático é clara.”
O deputado acrescentou:

“Essa posição da Justiça Esportiva, pelo menos daqueles que estão atacando, é uma posição, do meu ponto de vista errada, arbitrária, que não tem base nenhuma para avançar na Justiça Esportiva brasileira.”
O julgamento foi marcado para a próxima terça-feira, dia 6 de outubro.

A atleta pode ter que pagar multa de até R$ 100 mil e ficar até seis jogos afastada como forma de suspensão, destaca o portal Lance.

Fonte :

Comentários

0 comentários