Coordenador científico pede paciência com Veron: “Alta exigência”

Gabriel Veron está tendo um 2020 de altos e baixos. O garoto de apenas 18 anos iniciou o ano sendo a grande promessa das crias da Academia que subiram para o profissional. Mas com uma grave lesão muscular pós-pandemia, o camisa 27 viu Gabriel Menino e Patrick de Paula conquistarem mais espaço do que ele no time titular.

 

De volta após dois meses parado, Veron foi peça importante nas últimas duas vitórias do Palmeiras no Brasileirão, diante de Red Bull Bragantino e Corinthians.

Com duas tímidas apresentações diante de Guaraní-PAR e Flamengo, o jovem foi criticado por alguns torcedores e até desafabou em suas redes sociais.

Em live com o NOSSO PALESTRA, nesta terça-feira (29), Daniel Gonçalves, coordenador científico do Palmeiras, detalhou todo o processo que Veron tem vivido, e pediu calma com o garoto que tem somente 19 partidas como profissisonal

– O Veron é um atleta que foi muito bem trabalhado pelas nossas categorias de base, mas ele ainda é um atleta em formação. Apesar de ser um jogador forte, com uma boa composição muscular, mentalmente ele é muito focado e disciplinado, mas ele está começando a conviver agora com essa rotina do futebol profissional, não só de treinamento, mas também de jogos sucessivos, de alta exigência, de atletas adversários de alto nível de exigência, que fazem com que a performance oscile. E também que o nível de recuperação fique um pouco prejudicado – disse Daniel.

O membro da comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo também explicou a grave lesão que Veron sofreu há dois meses:

– Ele é um velocista nato, e todo velocista possui uma suscetibilidade maior a lesões de posterior da coxa, então o cuidado tem que ser redobrado. Quando ele teve a primeira lesão pós pandemia, por ser um atleta em formação, ele acreditou que poderia dar um pique de alta intensidade quando já estava bem fadigado, isso causou uma lesão muscular muito grave – disse o profissional da comissão técnica do Palmeiras.

Pra finalizar, o coordenador científico do Verdão comentou sobre a nova lesão de Gabriel Veron, que sofreu um entorse no tornozelo esquerdo após uma forte entrada de João Paulo, do Flamengo:

– Os traumas são situações de jogo, a gente não consegue evitar, ele está em tratamento intensivo no clube e a gente espera que ele se recupere prontamente – finalizou Daniel.

Gabriel Veron deve ser desfalque no duelo entre Palmeiras x Bolívar nesta quarta-feira (29), no Allianz Parque

Fonte :
Verdão Web

Comentários

0 comentários