Renata Mendonça pede sinceridade dos clubes: É ridículo falar que estão preocupados com a saúde

O empate em 1 a 1 entre Palmeiras e Flamengo, ocorrido neste domingo, no Allianz Parque , em jogo válido pelo Brasileirão, foi assunto no programa “Redação SporTV”, nesta segunda-feira, pelas discussões extra-campo antes da partida. O duelo quase não aconteceu por decisão da Justiça. Para Renata Mendonça, que participou da atração, os clubes não aparentam sinceridade ao dizer que estão privilegiando a saúde dos atletas, não o dinheiro.

 

– Eu nem passaria muito tempo discutindo quem errou o protocolo, se foi no Equador ou se foi o Fred (atacante do Fluminense). Estamos vendo surtos em todos os clubes, em menores ou maiores, todos tiveram um caso. Então, mostra que há o risco. (…) Agora, o ponto principal é a hipocrisia de todos os clubes. O Flamengo agora como o central, mas, já vimos em outros. Não estão preocupados com a saúde. Temos visto a posição deles na CBF para voltar o futebol, voltar a ter público – disse ela, que seguiu:

– Essa ideia de falar que estão preocupados com a saúde, chega a ser ridículo. Eu preferiria que os clubes dissessem “A gente quer reparar uma perda esportiva. Eu tenho 20 jogadores indisponíveis e preciso dos meus melhores para ganhar meus pontos”. Seja sincero! Agora, falar que está preocupado com a saúde é ridículo – comentou Renata, lembrando que os estádios vazios atrapalham as receitas dos clubes.

Outro debate no programa aponta que os atletas aparentam não ter um posicionamento como classe. Carlos Mansur, que participou do programa, lembrou que muitas decisões dos jogadores se baseiam em opiniões dos próprios clubes.

Marcelo Barreto, apresentador do “Redação”, também cobrou os atletas, e se preocupou com a saúde deles com o aumento de casos de Covid-19 entre os profissionais do futebol.

Após cerca de 20 atletas do Flamengo serem diagnosticados com coronavírus, na última semana, o clube pediu à CBF o adiamento da partida, o que foi negado. Após outras decisões judiciais, o duelo chegou a estar inválido até 10 minutos antes do horário marcado. Em seguida, já com os elencos no estádio, o TST autorizou o pedida da CBF para que o confronto acontecesse.

Em campo, Alvinegro recebeu o Rubro-Negro e abriu o placar com Patrick de Paula em um chutaço de fora da área. Pouco depois, após vacilo da defesa paulista, o atacante do Flamengo Pedro marcou o gol de empate. Com o resultado, o Palmeiras chega aos 19 pontos e está na quarta posição do Brasileirão. Já os cariocas estão em sexto lugar, com 18 pontos.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários