Discussão de trânsito entre guarda-civil e PM acaba em tiroteio e deixa motorista ferido e carros baleados

Discussão de trânsito entre guarda-civil e PM acaba em tiroteio e deixa motorista ferido e carros baleados

Uma discussão de trânsito entre um guarda-civil metropolitano e um policial militar, que estavam de folga e à paisana, terminou em agressões e troca de tiros entre os agentes de segurança na noite do último sábado (26) na Zona Norte de São Paulo.

A briga deixou ainda um motorista ferido pelos estilhaços dos disparos, dois carros baleados e clientes assustados em uma lanchonete na Avenida Fiorelli Peccicacco, em Perus. Um vídeo gravado por testemunhas, e que circula nas redes sociais, mostra parte da confusão.

Os agentes de segurança não foram atingidos pelos disparos, mas acabaram levados para uma delegacia onde foram autuados pelos crimes de disparo de arma de fogo e lesão corporal. Depois foram liberados.

Nas cenas, o guarda-civil ameaça atirar no policial se ele não largar a pistola. “Joga na calçada!”, grita o guarda-civil para o policial militar exigindo que ele solte a arma que segurava. “Eu sou polícia. Eu sou polícia”, responde o PM para o GCM.

“Joga na calçada, vai morrer!”, repete o guarda, ameaçando matar o policial que volta a dizer: “eu sou polícia”.

Clientes que assistem à cena de um estabelecimento comercial em frente ficam apavoradas. Na filmagem é possível ouvir um homem pedindo para os agentes largarem as armas.

“Ê, velhinho, só joga a arma, parça. Não chapa não. Ê… velhinho, solta essa arma. Não atira não!”, pede o rapaz.

A gravação termina quando uma mulher diz que “tá tendo tiroteio”.

Comentários

0 comentários