Susto! Homem sai de casa com esposa e encontra jacaré de 1,5 metro embaixo de carro durante chuva

Vizinhos fizeram captura do animal com cordas e um pano e devolveram jacaré para natureza.

A chuva registrada entre a noite de sexta-feira (25) e a manhã deste sábado (26) em Manaus, Amazonas, causou desabamentos e alagamentos na cidade. Além as ocorrências, moradores de um condomínio em Manaus tiveram um susto inusitado. Um casal que saía de casa se deparou com um jacaré com cerca de 1,5 metros debaixo de um carro. O encontro e a soltura do animal em um igarapé foram registrados pelos moradores em vídeos.

O analista de dados, Emmanuel Tocchetto, de 34 anos, contou que ele e a esposa estavam apressados para um compromisso. Ainda chovia na cidade, quando eles saíram de casa, no conjunto Colônia Japonesa por volta de 9h, e entraram no carro estacionado em frente à garagem. Ele ligou o veículo e, ao tentar sair, percebeu algo estranho.

“Quando fui manobrar o carro, achei que tinha uma pedra em baixo, porque fez um barulho. Quando vi, o jacaré saiu debaixo do carro e parou na subida da garagem. Depois, ele foi andando e se escondeu em uma construção que tem mais para baixo da rua. Minha mulher falou ‘Meu Deus, eu passei na frente do carro. Se esse jacaré me ataca… Demos sorte”, relatou Tocchetto.

Ainda segundo o analista de dados, os moradores suspeitam que o jacaré tenha seguido para a rua com a subida do nível da água do igarapé que passa pelo condomínio. O animal, segundo ele, tem cerca de 1,5 metros.

Após virem o jacaré, Tocchetto registrou o animal depois de ter corrido para a calçada da casa. As imagens foram compartilhadas no grupo de moradores do condomínio e vizinhos foram até o local para ver.

Com cordas e um pano, um grupo de moradores do condomínio fez a captura do jacaré. Eles levaram o animal até um igarapé próximo e devolveram o jacaré para a natureza.

“Essa foi a primeira vez que vimos isso aqui. Agora, vou ficar preocupado toda vez que sair. Passar um pente fino pela área para não ter essas surpresas. O bicho era duro porque passei a roda do carro por cima do rabo dele e não aconteceu nada. Ainda bem que foi só o susto”, brincou o analista de dados.

 

Fonte :

Comentários

0 comentários