“Foi obra de satanás”, diz homem ao pedir desculpas após estuprar criança de 11 anos

Um homem de 32 anos foi preso em cumprimento ao mandado de prisão preventiva suspeito de estuprar uma menina de 11 anos em Araguatins, na região do Bico do Papagaio. De acordo com informações apuradas pela reportagem da Agência Tocantins, o homem é cunhado e primo da vítima. Os abusos teriam ocorrido por quatro dias seguidos e depois o investigado tentou se justificar dizendo que tinha sido obra do “satanás”.

A ordem de prisão foi cumprida por policiais civis lotados na 1ª Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Vulneráveis (1ª DEAM-V) na sexta-feira (23). A polícia informou que a mãe da criança tinha viajado e por isso deixou a vítima sob os cuidados da irmã mais velha, que é casada com o suspeito.

Conforme a investigação, todos os dias o homem esperava sua esposa dormir para depois abusar da criança praticando atos libidinosos. Os abusos estavam evoluindo a cada dia, até a criança ligar para sua mãe dizendo que iria sair da casa da irmã. Depois disso a criança revelou tudo que estava acontecendo.

Após os abusos o suspeito ainda procurou a mãe da criança e a própria vítima para tentar se justificar. Ele afirmou que tinha o sonho de conhecer uma criança e não resistiu ao ver a vítima dormindo. O homem ainda pediu perdão e disse que os atos foram coisa do satanás.

Diante das informações o delegado responsável pediu um mandado de prisão preventiva contra o suspeito. Após a ordem ser expedida pela Justiça, o investigado foi preso e levado à delegacia. Depois, foi colocado à disposição do poder judiciário na carceragem da Cadeia Pública de Araguatins.

Comentários

0 comentários