Pressionado, Diniz toma atitude com jogadores

O técnico Fernando Diniz está pressionado no São Paulo. Respaldado pela direção em meio às fortes críticas de parte da torcida e imprensa, o treinador tem pela frente duas “finais”.

O Tricolor enfrentará o Internacional, neste sábado, às 19h, no Beira-Rio, em confronto direto pelos primeiros lugares do Brasileirão. Dois pontos separam Inter (20), segundo colocado, e São Paulo (18), terceiro lugar, na tabela.

Depois, o rival é o River Plate, quarta-feira, pela Libertadores, na Argentina, em jogo decisivo pela vida na fase de grupos.

Uma derrota elimina o time. Um empate deixa o São Paulo praticamente fora, a depender de uma derrota do River e ainda tirar uma diferença de 11 gols de saldo na última rodada.

Pressionado e mantido no cargo, Fernando Diniz se reuniu com o elenco de jogadores na reapresentação no CT da Barra Funda na última quinta-feira, quando avaliou junto aos atletas a derrota por 4 a 2 para a LDU, no Equador.

É rotina do técnico analisar a partida nas reapresentações em vídeos com os jogadores no CT.

 

Nesta reunião, Diniz fez cobranças coletivas e apontou erros do time diante da LDU, como na recomposição defensiva em lances de gols, e mostrou incômodo com a atitude dos jogadores na partida em Quito. Também cobrou mais dedicação do grupo.
O treinador disse confiar nos jogadores para reverter a situação nos duelos importantes contra Internacional e River Plate. Ele pediu aos atletas que acreditem mais em si e afirmou ter confiança que se os erros diante da LDU não se repetirem é possível vencer os dois jogos.

Nesta sexta-feira, Diniz vai reunir os atletas para preparar o jogo contra o Internacional. Ele provavelmente vai mexer na escalação do time titular.

Luciano, suspenso na Libertadores, está liberado para jogar o Brasileirão e deverá voltar. Brenner e Paulinho Bóia também brigam por vaga. Com Juanfran novamente à disposição também não está descartada uma mudança na lateral direita.

Daniel Alves vai com o grupo para a viagem casada a Porto Alegre e Argentina, mas há dúvida sobre se ele enfrentará o Inter. A programação era tê-lo à disposição diante do River.

Prestes a definir a vida na Libertadores, Fernando Diniz completará neste sábado (26 de setembro) um ano como treinador do São Paulo.

Fonte :
Globo Esporte

Comentários

0 comentários