Palmeiras revê algoz Corintiano e pode igualar marca de 52 anos na Libertadores

Palmeiras revê algoz Corintiano e pode igualar marca de 52 anos na Libertadores

O Palmeiras está perto de quebrar uma marca de 52 anos na Libertadores. Com 100% de aproveitamento nos três primeiros jogos, o time alviverde tem a chance hoje (23) de repetir o início da campanha da edição de 1968. O adversário será o Guaraní, que eliminou o Corinthians antes mesmo da fase de grupos. O duelo será no Defensores del Chaco, em Assunção, a partir das 21h30 (horário de Brasília).

 

Estável na competição que é prioridade na temporada, o Palmeiras conta ainda com o bom retrospecto fora da casa para igualar o feito. O time de Vanderlei Luxemburgo soma duas vitórias como visitante até aqui: bateu o Tigre por 2 a 0 na Argentina na estreia e o Bolívar por 2 a 1 em La Paz, na semana passada. No Allianz Parque, passou pelo Guaraní ao fazer 3 a 1 em partida disputada em março.

O Palmeiras disputa a Libertadores pela 20ª vez. Em 1968, na segunda participação, o clube conseguiu vencer as quatro primeiras partidas, em um grupo que tinha Náutico e os venezuelanos Portuguesa e Deportivo Galicia — venceu também a quinta e empatou a sexta. Naquela temporada, os palmeirenses chegaram à final, mas foram superados pelo Estudiantes, da Argentina.

Depois de 1968, os melhores inícios na Libertadores do clube aconteceram em 2001, 2006, 2017 e 2018, com três vitórias e um empate. Nem mesmo quando foi campeão, em 1999, a marca de 52 anos foi superada. Na edição em que levantou a taça, o Palmeiras teve um começo irregular, com duas vitórias, um empate e uma derrota. A classificação às oitavas só foi conquistada na rodada final.

Com nove pontos, o Palmeiras pode já conquistar a classificação à fase de mata-mata. Para isso, precisa vencer o Guaraní, uma vez que Bolívar e Tigre empataram ontem (22), na Argentina. O algoz corintiano é o segundo colocado da chave, com seis pontos.

Sem tanta tradição, o Guaraní conseguiu eliminar o Corinthians duas vezes em cinco anos. Em 2015, derrotou o time comandado por Tite nas duas partidas de oitavas de final. Na atual edição, bateu o time alvinegro por 1 a 0 no Paraguai e obteve a vaga ao perder por 2 a 1 na Neo Química Arena.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários