Homem mata o primo com facada no peito após ser chamado de “chifrudo” em rede social 

Vítima estava se relacionando com a ex do acusado 

A Polícia Civil informou nesta terça-feira (22) que Dener Silva de Oliveira, de 24 anos, morto com uma facada no peito após chamar um primo de “chifrudo” nas redes sociais, teve a casa arrombada e brigou com um dos suspeitos horas antes do crime. A investigação aponta que a vítima foi assassinada por uma questão de ciúmes, pois estava se relacionando com a ex-namorada de Edvaldo Marcos de Paula, 47, alvo do comentário na web. O caso aconteceu em Perolândia, no sudoeste de Goiás.

Além de Edvaldo, os dois filhos dele, Linneker Santos de Paula, de 24 anos, e Marcos Vinícius Santos de Paula, de 20, também são suspeitos do crime.

A Polícia Civil disse que o advogado dos suspeitos já contatou a delegacia e informou que seus clientes estão à disposição. Os três devem prestar depoimento na tarde desta terça-feira, em Jataí, a 67 km de Perolândia. O nome do representante deles não foi divulgado.

Investigação
O crime foi cometido na noite de sábado (19). O delegado responsável pelo caso, Agnaldo Coelho, disse que já colheu depoimentos de algumas testemunhas e que a sucessão dos fatos até chegar à morte de Dener ocorreu de forma um pouco diferente da relatada inicialmente no dia do crime.

O investigador conta que Edvaldo foi à residência da vítima por três vezes no dia do homicídio. A informação anterior era de que ele havia ido ao local em duas ocasiões.

“No dia do crime, por volta das 20h, o Edvaldo foi sozinho até a casa do Dener para tirar satisfação com a ex-namorada, mas o jovem interveio e os dois brigaram. O homem foi embora, mas voltou em seguida, também sozinho, e bateu de propósito no carro do rival, que estava do lado de fora da residência”, disse o delegado.

“Em seguida, Edvaldo voltou junto com os dois filhos. Eles derrubaram o portão e invadiram a casa. Enquanto duas testemunhas conseguiram segurar Edvado e Linneker, Marcos foi até a vítima e deu uma facada em seu peito. Em seguida, os três fugiram”, completa o delegado.
O responsável pelo caso explicou que, ao que parece, entre o intervalo entre uma e outra discussão por ciúmes, Dener publicou em suas redes sociais chamando o primo de “chifrudo”, além de uma foto dele com a atual namorada – ex de Edivaldo.

A mulher que estava atualmente com Dener já foi ouvida. Segundo Coelho, ela afirmou que havia terminado a relação com Edvaldo há cerca de um mês, mas que ele não aceitava o rompimento, tampouco seu novo romance com o primo dele.

Dener era pré-candidato a vereador no município. Edvaldo, por sua vez, já havia exercido o cargo anteriormente.

Fonte :

Comentários

0 comentários