Palmeiras sofre dois gols seguidos após falhas na bola parada

Não é novidade que o setor defensivo do Palmeiras é a melhor arma do time há pelo menos dois anos. Seja com Luan, Felipe Melo ou Gustavo Gómez, o Verdão é muito forte no jogo aéreo e dificilmente dá chances aos adversários nesse tipo de jogada.

 

 

PUBLICIDADE

Nos últimos dois jogos, porém, o time de Vanderlei Luxemburgo acabou sofrendo dois gols desta forma. Escanteio para o time adversário, bola no primeiro pau e ninguém do Palmeiras consegue evitar com que o oponente desvie a bola, o que acaba matando o goleiro Weverton.

?Diante do Bolívar, pela Libertadores, Bruno Henrique errou o tempo de bola, e o jogador boliviano conseguiu desviar no primeiro pau e a bola acabou sobrando para Riquelme diminuir o marcador.

Neste domingo (20), na Arena do Grêmio, uma jogada idêntica ocorreu no primeiro tempo, mas, dessa vez, Felipe Melo tirou o perigo após o ataque do Grêmio conseguir desviar a bola para dentro da pequena área. Victor Ferraz estava completamente livre no momento do cruzamento.

Já nos minutos finais de partida, Luiz Adriano e Gustavo Gómez deram espaço e deixaram com que o atacante Ferreira subisse sozinho para empatar o jogo.?

Em 2020, até esses últimos dois jogos, o time só havia sofrido um gol de escanteio, diante do Corinthians, em Itaquera, pela fase de grupos do Paulistão.

 

O outro gol de bola aérea que a equipe sofreu nesta temporada foi no clássico diante do Santos, quando Ramires desviou para o próprio gol, no clássico vencido pelo Verdão por 2 a 1, no Morumbi, em jogo válido pela 5ª rodada do Brasileirão.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários