Barcelona impõe condição ao Manchester United para liberar Dembélé

O Barcelona segue passando por muitas mudanças em seu elenco após a vexatória eliminação na Uefa Champions League. A goleada pelo placar de 8×2 sofrida para o Bayern de Munique, da Alemanha, vem causando impacto no planejamento do clube catalão para a temporada 2020/2021 e mais nomes podem acabar se despedindo em breve.

Depois de o técnico Ronaldo Koeman liberar o chileno Arturo Vidal e o uruguaio Luis Suárez, o próximo que pode acabar deixando o Barcelona é Ousmane Dembélé. Enquanto o meio-campista já foi anunciado pela Inter de Milão, da Itália, e o “pistoleiro” interessa ao Atlético de Madrid, o francês entrou no radar do Manchester United.

A equipe inglesa quer reforçar seu ataque e tenta viabilizar a chegada do atacante, que decepcionou com a camisa blaugrana, acumulando apenas 19 gols e 17 assistências em 74 partidas, passando por muitas lesões. De acordo com informação do jornalista britânico Duncan Castles, o Manchester United está avançando nas tratativas, mas a pedida dos espanhóis pode complicar o fechamento das negociações.

Os Red Devils fizeram uma oferta para contar com Ousmane Dembélé por empréstimo e ouviu uma contraproposta. O Barcelona topa ceder o atacante pela próxima temporada, mas deseja incluir uma cláusula de compra obrigatória ao final do vínculo com o preço fixado em 100 milhões de euros (cerca de R$ 638,35 milhões, na conversão atual).

Em agosto de 2017, os catalães pagaram € 105 milhões (R$ 392 milhões na conversão da época) ao Borussia Dortmund, da Alemanha, para contratar Dembélé. O acordo ainda envolvia outros 40 milhões (R$ 149,5 milhões) de variáveis em bônus, se tornando a segunda maior transferência do clube, perdendo apenas para a ida de Neymar ao PSG.

Fonte :
Bola Vip

Comentários

0 comentários