Jovem decepa parte do corpo para receber seguro milionário e tem terrível fim

Jovem decepa parte do corpo para receber seguro milionário e tem terrível fim

Julija Adlesic de 22 anos de idade, foi ao pronto-socorro alegando que havia sofrido um acidente doméstico. No ano de 2019, Julija Adlesic chegou a ser levada às pressas para um hospital em Ljubljana na capital da Eslovênia, depois de sofrer um suposto acidente em casa. Segundo a BBC, Julija e o namorado relataram aos especialistas que a moça teve a mão cortada enquanto podava uma árvore.

Porém, Julija chegou ao hospital sem a mão, fazendo com que o ferimento fosse para toda vida. Entretanto, a mão foi recuperada e recolocada na jovem pelos médicos. Segundo relatório emitido pelas autoridades, que decidiu analisar o caso, no ano de 2018, Julija e seu namorado fizeram inúmeras apólices de seguro.

Sem contar que, as autoridades descobriram ao decorrer das investigações que a jovem chegou a pesquisar na internet sobre mãos protéticas.

Desta maneira, os policiais conseguiram chegar a conclusão de que tudo foi planejado para que a jovem ficasse com o valor de US$ 1,3 milhões de dólares. No julgamento, foi apurado que o pai de Julija também esteve envolvido na fraude.

A jovem chegou a negar as acusações, dizendo que nenhuma pessoa da sua idade gostaria de ficar deficiente de um mão: “Ninguém quer ser aleijado. Minha juventude foi perdida, perdi minha mão aos 22 anos”, ressaltou a jovem. Na Eslovênia, Julija Adlesic chegou a ser condenada a 2 anos de cadeia depois que foi acusada de cortar e decepar a mão para ganhar o dinheiro do seguro, seu pai foi condenado a 1 ano de prisão e seu namorado a 3 anos.

Fonte :

Comentários

0 comentários