Fla ‘aperta os cintos’ e Marcos Braz fica aberto a propostas para vender defensor

O Flamengo está em processo evolutivo com Domènec Torrent. O treinador ainda vem conhecendo as características de todos os jogadores e seu time ideal é a cada partida. Ele já deixou claro que vai mudar constantemente o time em razão do perfil dos adversários. Não é à toa que Everton Ribeiro, Arrascaeta e Gabigol já ficaram no banco desde a chegada do catalão.

Mesmo com alguns tropeços, a diretoria flamenguista tem total convicção que o trabalho está sendo bem feito e vai render muitos frustros em um futuro próximo. Até por isso, os cartolas estão garantindo a permanência dos pilares do elenco que receberam sondagens e propostas recentemente. Apesar de valorizados, Everton, Bruno Henrique, Gerson, Arrasca e Gabriel Barbosa não cogitam uma saída neste momento.

A estratégia do Fla está muito clara: negociar jovens talentos para manter a equipe que foi campeã de praticamente tudo ano passado. Foi assim que Vinicius Souza e Caio Roque foram negociados. Os garotos eram considerados grandes revelações no Ninho do Urubu e o Fla liberou a dupla para embolsar dinheiro agora e em alguns anos caso esses atletas se destaquem na carreira.

Outro que atrai olhares de clubes do exterior e pode ser vendido é o lateral-esquerdo Ramon, de 19 anos.. O jogador já integra o elenco profissional e sua multa rescisória gira em torno de 50 milhões de euros (R$ 310 milhões na cotação atual). Vale lembrar que ele já foi sondado por Ajax e Benfica neste ano. Times do Velho Continente continuam monitorando o atleta atentamente.

Mesmo com um poderio financeiro muito alto, o Flamengo sabe que o momento é delicado por conta da pandemia e está aberto para ouvir eventuais propostas pela joia. O vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, será responsável para analisar as ofertas que chegarem e decidir o futuro do defensor.

Fonte :
Bola Vip

Comentários

0 comentários