Jovem tenta ajudar a amiga e as duas morrem ao cair de 30 metros em cachoeira

Jovem tenta ajudar a amiga e as duas morrem ao cair de 30 metros em cachoeira

Duas jovens de 18 e 19 anos morreram nesse domingo (13) depois de caírem de uma cachoeira de cerca de 30 metros de altura. O caso ocorreu na cidade de Lages, em Santa Catarina, no fim da tarde. Uma das meninas teria se desequilibrado e a outra tentou segurá-la. A mais nova das amigas morreu ainda no local. A mais velha chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

De acordo com a PM, Bruna Vellasquez e Monique Almeida estavam em um lugar de difícil acesso e proibido para visitação mas que, no entanto, atrai a presença das pessoas por conta da beleza.

Depois de cair, elas foram socorridas por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Foi então que os profissionais constataram a morte de uma delas. Monique chegou a ser levada para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

As duas jovens moravam em Lages e a morte delas gerou comoção, com amigos, familiares e conhecidos publicando mensagens e lamentando a perda das amigas.

Atenção redobrada
Lagoas, cachoeiras e rios são lugares comuns das pessoas procurarem para aproveitar feriados prolongados, como o da Independência. O Corpo de Bombeiros dá dicas de segurança para o passeio não terminar em tragédia:

Evite consumo excessivo de bebida alcoólica ao entrar na água;
Não pule ou faça brincadeiras em locais desconhecidos;
Se não souber nadar, fique no lugar onde a água não ultrapasse a cintura.
O Corpo de Bombeiros recomenda que sejam sempre seguidas as orientações de segurança em rios, lagos e represas para evitar afogamentos. Também recomenda que, no caso de uma pessoa começar a se afogar, não se deve entrar na água para socorrer, pelo risco de se tornar mais uma vítima. Em caso de emergência, ligue para o 193.

Cuidados com as crianças
De acordo com a ONG Criança Segura, no Brasil, os afogamentos são a segunda maior causa de morte e a sétima de hospitalização por motivos acidentais entre crianças com idade de zero a 14 anos. Em 2018, 866 pessoas dessa faixa etária morreram vítimas de afogamento, o que representa uma média de 2,3 óbitos por dia, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Fonte :

Comentários

0 comentários