Luxa diz que jogar para não perder tira a vontade de ganhar

“O medo de perder tira a vontade de ganhar”. A frase famosa de Vanderlei Luxemburgo é o que não se vê, nem de longe, no Palmeiras atual. Inter e Palmeiras fizeram jogo morno até os acréscimos, quando Thiago Galhardo fez para o Colorado aos 47 minutos e Luiz Adriano, aos 49, deixou tudo igual

 

 

O Colorado chega aos 16 pontos, três a mais do que o São Paulo, que entra em campo nesta quinta-feira (3) diante do Atlético Mineiro, em Belo Horizonte. É o primeiro empate do Inter na competição nacional.

Por outro lado, o Palmeiras acumula a quarta igualdade em seis partidas e segue sem conseguir deslanchar sob o comando de Luxemburgo. O Alviverde vai a dez pontos.

Eduardo Coudet poupou os principais titulares e mesmo assim teve mais posse de bola durante toda a partida, apesar de não levar perigo ao gol de Weverton. Assim como o companheiro de profissão, Marcelo Lomba não teve nenhuma finalização do Palmeiras em sua meta.

Em uma partida pegada e com festival de cartões amarelos, a força física se fez presente até os minutos finais, quando Luan se atrapalhou ao cortar bola na área e Wilton Pereira Sampaio, com o auxílio do VAR, marcou pênalti.

Thiago Galhardo, que saiu do banco de reservas, cobrou e abriu o marcador aos 47 minutos. A resposta dos donos da casa veio rapidamente e com Luiz Adriano, de cabeça, dois minutos depois para deixar tudo igual.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários