Mulher diz que matou o pai após ter discutido por causa de 1 litro de “cana”

Por volta das 8 horas da manhã de hoje (17/08), a Polícia Militar teve acesso a um áudio em que a uma senhora de iniciais J.S.O, filha da vítima do homicídio de ontem à tarde na zona rural de Teixeira, um senhor conhecido por Ivanildo Oliveira, é apontada como a principal suspeita da autoria do homicídio.

No áudio, ela confessa ter matado o próprio pai. Diante da informação, os policiais fizeram diligências até a casa onde denunciaram que ela estava. No local, a acusada foi encontrada e a mesma confessou a guarnição que havia discutido com o pai por causa de 1 litro de “cana”, momento em que pegou a espingarda e desferiu um disparo contra o seu pai.

Ao ser indagada sobre o local em que a arma estava, ela disse que estava no sítio de sua família.

De posse da arma, a guarnição conduziu a ocorrência até a Delegacia de Teixeira para procedimentos.

Comentários

0 comentários