Homem é preso acusado de estuprar meninos que pediam dinheiro em semáforos no RS

Sete meninos, com idades entre 7 e 14 anos, já foram identificados como vítimas dos abusos. Jones da Silva Farias, de 55 anos, é investigado por estupro de vulnerável e exploração da prostituição infantil. As informações são do G1

Um homem, suspeito de abusar sexualmente de crianças que pediam dinheiro em semáforos, foi preso preventivamente na manhã desta segunda-feira (17), em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, sete meninos, com idades entre 7 e 14 anos, já foram identificados como vítimas dos abusos.

O técnico em manutenção, Jones da Silva Farias, de 55 anos, foi encontrado em casa, no bairro Estância Velha. Ele é investigado por estupro de vulnerável e exploração da prostituição infantil. O advogado dele, Bruno Vieira Flores, disse à RBS TV que só vai se manifestar quando tiver acesso ao inquérito.

Segundo o delegado Pablo Rocha, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), quatro crianças e uma testemunha já foram ouvidas.

“Nos relatam todas a mesma coisa. Ele tinha uma estratégia, primeiro ele se aproximava dessas crianças que trabalham em sinaleiras, que pedem em sinaleiras, crianças muito humildes. Ele se aproximava, ofertava dinheiro, sem nenhuma vinculação a prática de qualquer ato, oferta baixa, R$10, R$20. Iniciava uma relação de amizade com essas crianças e, posteriormente, tendo a confiança dessas crianças ele fazia uma oferta em dinheiro para a prática de atos de cunho sexual”, afirma o delegado.

“Ele marcava encontros em um lugar ermo em Canoas, onde ele conhecia bem. Ele mandava as crianças por um caminho e ele ia por outro, evitando ser identificado no deslocamento com as crianças. Praticava os atos sexuais, dava dinheiro para as crianças e, sistematicamente, ele ia repetindo esses atos”. O delegado acrescenta que o homem é conhecido por um grupo amplo de crianças.

“Todas reconheceram ele como o autor dos estupros, todas elas descreveram ele primeiro, e depois, quando foi mostrada a foto, elas reconheceram. Todas identificaram ele com o mesmo apelido, que é ‘Tio Véio'”.

‘Eu tenho medo dele me pegar e me matar’
Um dos meninos, que foi abusado pelo homem, foi ouvido pela polícia. Ele disse que o suspeito obrigava as crianças a assistir outros meninos serem abusados. Além disso, fazia ameaças.

“Ele falou ‘se não ir no mato comigo, vou matar tua família. Se contar para as pessoas, vou matar tua família”, conta o menino.
Uma mãe, ouvida pela RBS TV, disse que desconfiou quando um dos filhos chegou em casa com uma quantia de dinheiro acima do que costumava conseguir.

“Ele deu R$ 80 para o meu filho, o meu filho trouxe pra casa e disse que era das balas. Daí, eu não dei bola. Só que na segunda-feira, o meu filho trouxe R$ 100. E tava chovendo. Daí eu disse: ‘meu filho, da onde tu trouxe esses R$ 100?’ Daí ele disse ‘mãe, quero lhe contar, mas não quero que tu brigue comigo. Tem um senhor, um mês, assim, que ele tá dando dinheiro pra mim, pra ele abusar de nós'”, conta.

As mães dizem que os filhos estão traumatizados

“Ele disse mãe, eu tenho medo de andar na rua, porque eu tenho medo do Tio Véio me pegar. Eu tenho medo dele me pegar e me matar”.

Fonte :

Comentários

0 comentários