Dallagnol recebe indenização por ofensas feitas por Gilmar

Gilmar chamou membros da Lava Jato de “cretinos, gentalha, desqualificados”, de acordo com decisão.

O juiz Flavio Antonio da Cruz, da 11ª Vara Federal de Curitiba, condenou, nesta segunda-feira (10), a União a pagar uma indenização de R$ 59 mil ao procurador da República, Deltan Dallagnol.

Dallagnol será indenizado por críticas à operação “Lava Jato” feitas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

De acordo com a decisão, Dallagnol teria sido “alvo de frequentes agressões proferidas por Gilmar, que incluiriam insinuações, acusações e ofensas de distintos naipes e calibres, em sessões de julgamento ou em entrevistas concedidas à imprensa”.

Em um dos exemplos, o ministro teria sustentado que a Lava Jato “configuraria verdadeira organização criminosa, e que os procuradores da República nela atuantes seriam gente baixa e desqualificada”, destaca a rádio Jovem Pan.

Fonte :

Comentários

0 comentários