A conquista sobre o Corinthians era mais importante que q exibição, diz Galiotte após título do Paulista

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, reconheceu que o time não teve um bom desempenho técnico da final do Campeonato Paulista diante do Corinthians, mas explicou que era superar o maior rival era mais importante que a qualidade da partida. Durante participação no programa Jogo Sagrado, do Fox Sports, o mandatário alviverde ainda fez questão de elogiar o técnico Vanderlei Luxemburgo.

“Você sabe o que é ganhar um título em cima do Corinthians, qual é a importância que tem ganhar em cima do rival. Estamos muito felizes. O mais importante era que era um Palmeiras e Corinthians que valia taça e nós ganhamos. Isso está acima de jogar bem, bonito, para frente, para trás. Está acima. Foi assim que nós tratamos a final nos últimos dias. Conversei muito com o Luxemburgo. Ele sabe a importância de um Palmeiras e Corinthians, a disputa desse título, o tamanho desse jogo. Então pensamos muito, refletimos. Claro que toda parte técnica e tática é feita pelo Vanderlei, a gente discute mais conceito, objetivos”, disse Galiotte.

“Nos últimos jogos a gente teve índices técnicos melhores que o do Corinthians, mais posse, mais finalizações, domínio de jogo e, muitas vezes, não saímos com a vitória, pelo menos nos últimos jogos. Isso incomodava muito a todos nós, principalmente aos torcedores. Então, nessa final, a gente não podia fazer a mesma coisa. Na decisão não importou posse de bola, finalização, importou o título e era isso que nós queríamos. Mudamos um pouco a forma de jogar, de trabalhar. Vanderlei conhece, é estrategista. Espelhou a forma de jogar, povoamos o meio-campo. Mas, não podíamos fazer o que vinhamos fazendo, a gente tinha que fazer diferente. Então, Zinho, isso explica um pouco da qualidade técnica que foi criticada por alguns. Colocamos o título acima de tudo. A conquista sobre o Corinthians era mais importante que a exibição”, acrescentou.

Questionado sobre o lance do pênalti cometido por Gustavo Gómez, literalmente, nos minutos finais da partida, Galiotte admitiu que vai ser difícil de esquecer aquele lance, que acabou levando a decisão do Paulistão para os pênaltis.

“Foi um momento, realmente, muito duro. Situação que a gente não esperava, porque faltavam dois, três segundos. Uma final de campeonato contra o Corinthians, você vencendo, meu amigo, não é fácil. Ganhar em cima do Corinthians vale muito para o palmeirense. É uma sensação que foi muito desagradável. Dali para frente, só sobrava expectativa para o Weverton fazer o que ele fez, os meninos irem bem nas cobranças e deu tudo certo. O trabalho foi premiado. Mas, foi um momento difícil, bem difícil. Mas, vou te falar, aquele pênalti ali vai ser difícil de esquecer”, disse o presidente alviverde.

Fonte :
Verdão Web, Verdão Web

Comentários

0 comentários